Páginas

segunda-feira, 25 de setembro de 2006

Sonhos não realizados

Já anoiteceu há algumas horas.
Saí, olhei para o alto em busca da lua.
Não a encontrei.

Talvez apenas não tenha
olhado para o lado certo,
mas bem que eu queria vê-la.

A lua me lembra seu jeito,
não sei o porquê, mas lembra.
E lembra as vezes que estivemos juntos.

As vezes que, em imaginação,
voltávamos de mãos dadas
Banhados pela luz amarelo-avermelhada de começo de noite.

Talvez a lua lembre
das noites em que deitei esperançoso
e sonhei contigo.

Dos sonhos que um dia montamos juntos,
dos sonhos equivalentes que individualmente tivemos
e do jeito estranho que vemos e queremos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário