Páginas

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Andanças

Houve um tempo
Em que o menor caminho era o melhor.
Hoje o melhor é não passar
Por onde o controle é feito de metal e pólvora.

Existiu uma época
Em que eram abençoadas as noites de luar com estrelas cadentes.
Hoje só se vê traçantes que iluminam uma guerra
Disfarçada, escondida e absorvida em nossas vivências.

Tiveram momentos
Em que era extremamente cruel uma briga terminar em morte.
Hoje se abaixa a cabeça e se torce
Para não virar manchete no jornal sensacionalista no dia seguinte.

Ocorreram eras
Em que os conflitos eram acompanhados pela TV.
Hoje ninguém sabe por que, onde ou quando
Vai levar a próxima bala perdida.

Vive-se hoje
Um momento estranho
Onde a confiança tem que ser escassa para manter a sobrevivência,
Onde os caminhos têm que ser mudados para poder chegar respirando em casa,
Onde a noite alerta para o toque de recolher,
Onde pessoas agregaram um falso poder que garante irracionalidade,
Onde a falta de tiros constrói um dia atípico,
Onde a vida não vale mais que a menor fração da moeda de troca corrente.


Por: Felipe Cabral
Em: 05.09.2008

Raiva de tudo que tenho visto das 7:00 às 2:00 da manhã! A grande maioria das pessoas não deveriam ter sentimentos. Ao menos seriam autênticas.

4 comentários:

  1. O medo e a raiva são sentimentos inerentes ao ser humano...E no mundo em que vivemos, em que a sociedade perdeu o senso de certo e errado, em que uma boa ação não é mais tão notada como um tiroteio em uma esquina, em que boas notícias são tão poucas e portanto são comemoradas como o Natal, é importante não se perder a esperança, porque mesmo que tudo esteja perdido, que pensemos que esse mundo não tem mais jeito, que as pessoas morram por motivos fúteis, que vc sai de casa e não sabe se vai voltar, há sempre uma forma de fazer nossa parte e mudar um pouquinho a vida daqueles que nos cercam.E mesmo que os sentimentos ruins venham a nos assaltar é bom ter sempre em mente que quando fazemos a nossa parte, mesmo que seja uma fração mínima, estaremos mudando o mundo de pouquinho em pouquinho.Adorei o texto Garssa...!!!Perfeito e totalmente atual...

    ResponderExcluir
  2. E ainda tem quem negue tudo isso...
    Belas palavras, muito bem dispostas sobre o texto-manifesto que hoje também ostento como porta-voz da minha indgnação.
    Parabéns pelo texto!

    ResponderExcluir
  3. Não sei se é por alienação, mas o que mais me incomoda é não poder confiar nas pessoas ...

    ResponderExcluir
  4. Ah, aproveitando.. Não sei se vc sabe, ou desconfia a Carol é uma amiga minha, minha vizinha e fez Letras na UFRJ.

    ResponderExcluir