Páginas

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Um mês

Pouco tempo medido,
Corrido naturalmente
Que a física já mostrou ser relativo.
Lateja síncrono, nunca dormente.

Realidade vivida
Como união de momentos
Que segue corrida,
Sem sequer cogitar tormentos.

Situações agradáveis
Ocorrendo sem cobranças,
Trazendo certezas amigáveis
E aconchegantes lembranças.

Contatos de expressões lindas
Com surpresa, recebidas.
Sendo de todas bem-vindas.
Para sempre em meu coração, mantidas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário