Páginas

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Entre caminhadas e pedaladas

Por entre caminhadas e pedaladas
Onde metros se unem a formar quilômetros
Espaços novos são descobertos
À medida que o tempo dita o ritmo.

Ah! Os novos cenários
Tão cheios de vida e de cores
E de todo um mundo inesperado a passar
Por entre o canto dos olhos, quase imperceptível.

Passo a frente de passo
Pedras, barro, capim, gado e mato
E vista a ficarem estáticos,
Para trás.

Cansaço úmido de suor
A bambear as pernas
E excluir todas as sensações
Com exceção de uma a manter o coração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário