Páginas

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Trilha à frente

E caminhamos amor, caminhamos.
Pernas e pés como tacos de golfe sem jeito.
Mãos dadas como para acrescentar mais peso
a corpos frágeis, sofridos e cansados.
Não fomos feitos para carregar peso, eu sei.
A falta de equilíbrio sempre me lembra disso.
Mas apoiamos amor, um no outro.
Nessa trilha difícil, onde mesmo o descanso
é dolorido, é penoso. Sem sentido.
Mas cá estamos amor, sem entender
como podemos seguir em frente, sem conhecer.
Como será até o alvo, se mais agressivo
ou mais calmo. Mas pegadas novas
continuam sendo formadas.
E estão frescas e são feitas
de duas em duas amor,
porque aqui vamos nós. Juntos
caminhamos amor, caminhamos.

3 comentários:

  1. para quê uma estrada se trilhada sozinha?

    [...]


    bjo, bjo, bjo...

    ResponderExcluir
  2. Verdade mana. Não que trilhar sozinho fosse tirar toda a beleza da estrada, mas a companhia traz uma outra beleza, que de certa forma se encaixa à paisagem, dando um ar melhor, um visual melhor, um apoio e até tira qualquer cansaço.

    Beijos xD

    ResponderExcluir