Páginas

sábado, 6 de março de 2010

Meio-dia que não é dia

Agonia despertada,
Guardada no peito.

Meio-dia que não é dia,
Meia-noite que não é noite.

O que sobra é tempo?
A clock starts ticking down to zero, again.

Ecos da desconfiança,
De um período recente.

Espreita solidão!
Em volta de mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário