Páginas

quarta-feira, 3 de março de 2010

Uma marca "nova"


Crava essa concha nesse peito de areia que esfarela, cava-o e marca-o com suas formas e contornos, sem deixar tocar no interior, sem deixar chegar onde queres. Desenha seu formato, e, para que protejas uma certa inocência meio mentirosa, cubra-a com pano enquanto o fazes a marca. Mas não deixes de marcar, para que o peito possa se desfigurar com a chuva, vento e mar, revelando sempre, ainda que disforme, cicatrizes de lembranças.

Nenhum comentário:

Postar um comentário