Páginas

sábado, 3 de abril de 2010

Algema

Exterior.
Noite.
Um policial encara a lua.
Solitário.

Poderia prendê-la,
mas com qual alegação?
Em seu íntimo ele sabe:
ela é culpada.

Ou cúmplice.

Nenhum comentário:

Postar um comentário