Páginas

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Causa

Defendo uma causa que não é minha.

Não é minha briga,
não é minha vida.

Defendo uma causa que não é minha.

Não é minha chuva,
não é minha estrela.

Defendo um causa que não é minha.

Não é meu simbolismo,
não é meu rito de passagem.

Defendo uma causa que não é minha.

Não é minha causa,
é minha sina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário