Páginas

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Sal da terra

A claridade,
mesmo nesses tempos nublados,
suga trevas como esponja.

2 comentários:

  1. O título deveria ser luz do mundo!
    ;)

    ResponderExcluir
  2. O título é o sal da terra, pois o poema já é a luz. xD

    ResponderExcluir