Páginas

domingo, 3 de outubro de 2010

Entrem

Quero dizer à felicidade
que a porta está aberta
e o convite já foi feito.

Quero ensinar à alegria
a ser mal educada. Para
que entre quando queira
sem precisar ser chamada.

Bons sentimentos, aprendam
com os maus. Passem a ser
tão intrusos quanto.

Que para ser feliz não
quero precisar de convite,
nem me preocupar em manter
a porta aberta para a alegria entrar.

Podem forçar a entrada, vão gostar daqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário