Páginas

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Mito

Ignoro a revolta
e os pedidos de retorno.
Tudo ainda parece ilusão,
uma piada de mau gosto
que não se finda, nunca termina.

O desejo da exclusão existe,
mas só é desejo por ser impossível.
A menos de doença não se vive sozinho.
Ao tempo que muito aprendo
outra parte só se engana.

O corpo quase pede para nascer novamente,
daquele jeito nojento, fisicamente.
Na tola esperança de fazer outra história.
Ele inveja a vida em estado vegetativo,
como barco à deriva, sem dependência alguma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário