Páginas

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Pré JIC

Tem esse deserto
que sinto embaixo de meus pés.
E essa escuridão
que faz de todo passo
só mais um em falso.

Calor latente,
garganta seca pulsando,
marasmo que provoca arrepio.
Nada à frente, nem túnel
para abrigar a luz do fim.

{Continua...}

domingo, 11 de setembro de 2011

Praticando missões

O motorista do seu ônibus é convertido? Será que aquele seu amigo que almoça com você todos os dias já ouviu falar do amor de Cristo?

Quando se fala em missões a primeira imagem que temos é um país distante, ou uma tribo indígena, ou um lugar que não tenha nenhuma igreja. E aí a maioria das pessoas fica de mãos atadas porque não tem condições de ir, ou ajudar financeiramente quem vai.

Uma pesquisa revelou que, em média, apenas 5% dos membros das igrejas se envolvem de alguma maneira em missões. Eu prefiro imaginar que esse resultado seja porque a maioria dos membros não sabe a abrangência que o termo “missões” possui.

E como se envolver com missões?  Se você não pode ir, contribua com os que vão. Se não pode contribuir, participe e/ou promova atividades missionárias em sua igreja. E, se você não pode ir, não pode contribuir e não tem tempo para organizar atividades, ore! Crie um propósito pessoal diário para interceder por aqueles que estão no campo e pelo trabalho em sua igreja.

E, mais importante, todos somos missionários. Todos nós temos um campo missionário logo ali ao lado. Pode ser um vizinho, os amigos do trabalho, as pessoas que você encontra ao longo do dia... Infelizmente, o que não falta é gente! Se comprometa a mudar de atitude e deixar Cristo resplandecer através de você para essas pessoas.

O meu campo missionário é formado pelo meu pai, minhas avós e os amigos da faculdade. E o seu?


Texto publicado no Boletim da IEC de Higienópolis de 11.09.2011

sábado, 3 de setembro de 2011

Seleção preliminar

O sonho ainda está um pouco distante, mas já vou me preparar.
Como alguns amigos sabem, pretendo publicar um livro que deverá ser uma coletânea de algumas poesias especiais. Para isso, estou selecionando algumas delas nesse post para que já possa ir me organizando...

2005:
Só encontro em você
O tempo
Justiça
Mudanças imutáveis

2006:
Dois a dois
Inovações tradicionais
Esperança
Novos tempos
Início e fim
Agressivo furto da esperança
Eis a lua
Corpo: sem alma, sem nada
Perfeição
Não, não olhe para trás

2007:
Noite
A arte de ser: poeta
Sonho
Indefinível
Liberdade justa
Trevas de um deserto
Descrição (N. D.)
Malabares cíclicos

Bom, esse post continuará a ser editado, conforme irei selecionando os demais poemas.

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Para Bira

Hoje não há luar
ou a luz das estrelas.
Está frio, e o tempo chora
a suspensão da companhia.

Oramos por você,
para que fique bem logo.
E possamos continuar a aprender
contigo a viver.

Estamos orando por você, Bira!

Melancolia II

Não sei,
não sei.

Mas o melhor poema
tem que ser triste.

A melhor ideia
deve ser agonia.

Por quê?

Porque a beleza da vida
não precisa de poesia.

Tarde de inverno

O sol se magoou
e chorou
um choro triste
e frio como a noite.