Páginas

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Ironia


Essa falsa poesia da vida.
Toda a alegria,
uma constante hipocrisia.

O que se podia querer
desmorona
a cada aurora.

E é irônico como às vezes
o que salva é a melancolia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário