Páginas

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Cuidado, tem quem viva nesses versos

E quem disse que escrever era fácil?
Os sentimentos, emoções
São demasiados sublimes
Para serem rotulados.

O subterfúgio então vem das comparações.
Antes o belo é reduzido ao sentir,
Depois é contraído,
Pressionado pela limitação do entendimento.

O poeta é desgastado,
Obriga-se a romper em lascas.
Como matéria prima
Para construção tátil de sua alma. Versada.

Porém se, por um acaso qualquer,
O escritor tem sucesso em sua empreitada,
Leva a obrigação de alertar possíveis desavisados:
Cuidado, tem quem viva nesses versos.

Um comentário:

  1. Engraçado este modo de desmistificar a poesia..por detrás das palavras "mora" alguém!!!
    Beijocas-
    Graça

    ResponderExcluir